Redatoria: Comunicação Digital Inteligente e Personalizada

Digital

Como um bom feedback pode melhorar o seu negócio e a sua vida

Por: Aroa Khalil - Publicação: 24 de abril de 2018
Como um bom feedback pode melhorar o seu negócio e a sua vida

O que você acha? Gostou? Podemos fazer diferente? Ficou com alguma dúvida?
Faz sentido para você?….

O termo feedback (realimentar/dar resposta/ ter reação) já está bem popularizado na cultura da maioria das organizações. Emitir um parecer sobre um profissional, um grupo, um processo ou determinada situação é importantíssimo. Mas a capacidade de dar um feedback efetivo e de estar apto a receber considerações não é nada simples. Quantas vezes, já ficamos ansiosos quando alguém nos diz “precisamos conversar, depois” ou nos chateamos com um “não era bem isso…”.

Os feedbacks são facas de dois gumes, e dois gumes com muita complexidade. Um feedback negativo na hora errada pode traumatizar, um feedback positivo pode impulsionar e surpreender, um feedback assertivo pode causar transformações incríveis. E sabendo disso tudo, como é que a gente faz?

Recentemente, realizei o curso de “Gestão Humanizada –Pessoas e Organizações Complexas, da Planus” E a professora Claudia Beatriz Jotz compartilhou alguns tipos de feedback e ferramentas que podem auxiliar na hora de conversar com sua equipe, seja de líder para liderado ou vice-versa. Algumas das dicas que eu anotei e achei legal passar adiante:

  • Momento certo: identifique se é o seu melhor momento para falar, se você está tranquilo e elaborou bem a sua fala. Também é importante verificar se a pessoa que vai receber está num contexto adequado. É interessante retornar o mais breve possível, porém com a dedicação de tempo e atenção corretas.

  • Crie momentos institucionais: nossa tendência é dar sempre o chamado feedback de regulação, aquele para colocar a pessoa “de volta nos trilhos” e sempre diante de algum fato pontual. Mas se os feedbacks forem momentos pré-agendados mensalmente, por exemplo, é possível que a avaliação seja mais completa e venha à tona o feedback de ampliação, que estimula a pessoa a seguir em frente naquele caminho.

  • Seja específico ao invés de geral: é importante relatar uma situação pontual de modo descritivo e não avaliativo, sempre se dirigindo a comportamentos modificáveis e não a algo que é inerente à personalidade de alguém.

  • Feedback do feedback: é essencial confirmar se a pessoa realmente entendeu a mensagem que foi transmitida, uma técnica interessante é perguntar: “disso que a gente conversou, o que você compreendeu?” e após a resposta da pessoa também estar preparado para flexibilizar o seu pensamento, percebendo que todos temos pontos de vista diferentes sobre uma mesma situação.

A tabela a seguir mostra como a forma de dar um feedback pode impactar nas reações e resultados:

Com as técnicas de controle emocional e de momentos propícios, a tendência é conseguir a mais difícil “verdade com amor” para transmitir a mensagem de forma adequada para gerar resultados positivos. Na vida profissional, os feedbacks efetivos proporcionam o crescimento da equipe, a união dos times e o desenvolvimento individual. Na vida pessoal, pode auxiliar a resolver conflitos familiares ou desbloquear comportamentos limitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redatoria

Empresa especializada em produção de conteúdo, gerenciamento de redes sociais e marketing digital.

Rua da República, 48, Sala 201 - Cidade Baixa – Porto Alegre
(51) 3103-5028 | redatoria@redatoria.com

Design e Desenvolvimento por Brava Digital