Redatoria: Comunicação Digital Inteligente e Personalizada

Digital

O que é dito importa. Como é dito? Ainda mais! Como um vendedor e as brigas de casal podem te ajudar a se expressar melhor.

Por: Aroa Khalil - Publicação: 12 de março de 2018
O que é dito importa. Como é dito? Ainda mais! Como um vendedor e as brigas de casal podem te ajudar a se expressar melhor.

Certa vez, visitando a loja de uma conhecida marca de café, o atendente me disse: “se você levar mais 10 cápsulas, receberá essa exclusiva porcelana negra.” Por um minuto, considerei uma vantagem imperdível, até que transformei mentalmente a expressão “porcelana negra” em “xícara preta” e todo encanto sumiu. Mas tenho certeza de que muitas pessoas não fazem essa conversão de vocabulário e levam mais uma dezena de cápsulas com felicidade para casa.

Também já presenciei algumas brigas de casais que não passaram de um erro de expressão.  O que poderia ser uma simples exposição de um fato que incomoda, transforma-se em um grande julgamento, onde o papel de juiz e réu são alternados constantemente e não se chega a nenhum veredito. Em vez de acusar, era possível apenas mostrar o fato e os sentimentos sobre ele. Ninguém gosta de acusações, mas todo mundo gosta de se sentir útil. Então, podemos expor um problema em que os dois possam fazer parte da solução. Isso sim, é uma discussão produtiva.

E o que podemos aprender com o script de um vendedor e as brigas de casais? Muita coisa, mas vou me ater apenas aos aspectos de linguagem e compartilhar 3 dicas rápidas para você comunicar melhor sobre a sua marca ou sobre si mesmo:

  1. Você conhece uma forma melhor de dizer algo?
    Então, deixe a preguiça de lado e trabalhe melhor os atributos da sua marca ou no feedback negativo que precisa dar a um funcionário.
    Exemplos:
    É ideal para qualquer pessoa./ É ideal para você. (A mensagem direcionada causa maior impacto).
    Você sempre erra, vamos perder o cliente desse jeito./ Esse erro pode comprometer nossa imagem junto ao cliente. O que podemos fazer juntos para evitar esse problema no futuro? (Oferecer ajuda e compreender o porquê as falhas acontecem pode corrigir de modo eficaz o problema e ainda fortalecer laços).
  2. Você já se colocou no lugar do outro? Empatia não é só um conceito da moda, não. Pensar com cuidado como é estar do outro lado da tela, do telefone ou da mesa. É decisivo para criar discursos mais assertivos ou encantadores.
  3. Treinar e refazer. Provavelmente, a frase mais natural para o vendedor, seria mesmo “xícara preta” e a equipe de vendas e marketing da empresa, criou uma storytelling melhor, capaz de atribuir valor ao objeto e melhorar a percepção do consumidor. Então, se você quer dizer que corta cabelos, diga. Mas você pode ir um pouco além e dizer que transforma o visual de uma pessoa. Só não vá tão além a ponto de ninguém entender o que você faz. Parece uma dica boba, mas já li muitos serviços e fiquei pensando: o quê?

Então, espero que você consiga pensar sobre esses três aspectos e obter mais sucesso nos seus textos e diálogos, seja na vida pessoal ou profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redatoria

Empresa especializada em produção de conteúdo, gerenciamento de redes sociais e marketing digital.

Rua da República, 48, Sala 201 - Cidade Baixa – Porto Alegre
(51) 3103-5028 | redatoria@redatoria.com

Design e Desenvolvimento por Brava Digital