Redatoria: Comunicação Digital Inteligente e Personalizada

Digital

O que é segmentação de marketing e como aplicar essa estratégia na sua campanha

Por: Redatoria - Publicação: 14 de novembro de 2019
O que é segmentação de marketing e como aplicar essa estratégia na sua campanha

A segmentação de marketing é uma ferramenta eficiente para definir, compreender e atender melhor um determinado público consumidor. A segmentação torna mais fácil a personalização das campanhas, pois ao focar no que é necessário para atrair clientes com perfis semelhantes, é possível atingir um grupo específico empregando menos recursos.

A importância da segmentação de marketing é que ela faz com que uma empresa chegue com precisão a um consumidor “X”, com necessidades e desejos exclusivos.

Pensar nas ações e comunicações de marketing em mensagens e anúncios de segmentação avançada em plataformas como Facebook e Google permitirá melhores taxas de resposta e menores “Custos de Aquisição” (CPA) – que representa o valor gasto por cada novo cliente atingido por uma campanha de mídia paga, seja por meio de visualizações ou vendas.

Tipos de segmentação de marketing

Existem três maneiras de classificar os interesses do cliente: necessidade, desejos e demandas.

Contudo, para definir qual é o tipo de interesse do cliente, é necessário antes fazer a segmentação. O primeiro passo é delimitar que tipo de cliente preferiria o seu produto, e por quais razões (necessidade, desejo ou demanda).

Comumente, são utilizados quatro tipos de segmentação de marketing: Demográfica, Comportamental, Psicográfica e Geográfica, e todos eles variam na sua aplicação prática.

1 Segmentação demográfica

É o tipo mais básico e mais usado, pois consiste em dividir um grupo de pessoas de acordo com variáveis demográficas como: idade; gênero; tamanho da família; renda; ocupação; raça; nacionalidade, etc.

A segmentação de acordo com dados demográficos pode servir de base para a produção de um mesmo produto com características diferentes de acordo com cada faixa de renda da população, sendo o mercado de carros um bom exemplo desta prática.

2 Segmentação comportamental

Esse tipo divide a população com base em seu comportamento, usos e padrões de tomada de decisão. Por exemplo, pessoas com um estilo de vida saudável tendem a procurar mais por alimentos orgânicos e naturais. Já as pessoas com restrições alimentares – glúten, lactose, etc – irão atrás de alimentos preparados sem a adição certos ingredientes.

Esse mesmo princípio de escolhas comportamentais do cliente pode ser usado em diversos mercados, como tecnologia, moda, datas festivas, entre outros.

3 Segmentação psicográfica

É aquela segmentação que usa aspectos psicológicos do comportamento de compra do consumidor, como o seu estilo e vida, suas atividades, seus interesses e opiniões para definir um segmento de mercado. É bastante semelhante à segmentação comportamental, mas tem algumas particularidades, pois leva mais em conta a visão de mundo do cliente.

Um bom exemplo é a onda de consumo ideológico, na qual as empresas se preocupam em promover causas como sustentabilidade, com incentivos à reciclagem e menos produção de resíduos; ou inclusão, quando a marca sustenta posições a favor dos direitos de minorias de gênero, raciais e/ou sociais.

4 Segmentação geográfica

Esse tipo de segmentação de marketing agrupa as pessoas com base na localização geográfica. Isso quer dizer que os clientes em potencial podem ter necessidades diferentes com base no local onde moram.

Por exemplo, pessoas que moram em países frios precisam de mais aquecedores do que pessoas que habitam regiões quentes, que necessitam de mais ar condicionados. Embora esse conceito seja antigo, ele ainda é aplicado no marketing hoje, levando em conta que o alcance das empresas é muito maior por causa da internet.

Como aplicar a segmentação de marketing na prática?

Fique atento aos seguintes passos para iniciar a segmentação de marketing da sua campanha:

1 Faça pesquisas preliminares: comece fazendo algumas perguntas básicas aos seus clientes;

2 Defina como você quer segmentar o seu mercado: decida quais serão os critérios (dados demográficos, psicográficos, comportamentais ou geográficos) que você deseja usar;

3 Projete seu estudo: Elabore um questionário que inclua todos os critérios estabelecidos e dê preferência para respostas quantificáveis.

4 Crie seus segmentos de clientes: analise as respostas manualmente ou com a ajuda de softwares estatísticos para criar seus segmentos.

5 Teste e repita: avalie se os resultados geraram segmentos utilizáveis na prática. Se não funcionar, tente segmentar com base em novos critérios, ou repita a pesquisa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Redatoria

Empresa especializada em produção de conteúdo, gerenciamento de redes sociais e marketing digital.

redatoria@redatoria.com Poltica de Privacidade

Design e Desenvolvimento por Brava Digital