Redatoria: Comunicação Digital Inteligente e Personalizada

Digital

Tipos de conteúdos proibidos pelo Google Ads e as boas práticas para a sua veiculação

Por: Redatoria - Publicação: 6 de novembro de 2019
Tipos de conteúdos proibidos pelo Google Ads e as boas práticas para a sua veiculação

O Google, um dos maiores mecanismos de buscas da internet, e sua plataforma de anúncios, o Google Ads, têm uma política bastante rígida de conteúdos proibidos. A lista de assuntos indesejados é grande e pode prejudicar algumas empresas que queiram aparecer mais na rede. Porém, utilizado a estratégia certa, é possível driblar essa barreira e promover uma marca que esteja associada à alguns temas banidos dos anúncios.

De forma geral, o Google não permite a inserção de anúncios em páginas ou sites considerados polêmicos, controversos ou perigosos. Isso acontece porque a gigante da tecnologia quer proteger os internautas de situações potencialmente desconfortáveis. Além disso, o Google trabalha para reprimir páginas que incentivem a discriminação (de pessoas ou grupos), violência, assédio e bullying.

O que o Google proíbe na internet?

Os anúncios contam com vários regimes de restrição, sendo estes alguns dos principais exemplos:

Conteúdo adulto

A forma como o conteúdo adulto é entendido é diferente em cada país ou cultura. Por isso, o Google não permite que seus anúncios redirecionem para páginas e sites de conteúdo adulto por causa do constrangimento que elas podem causar em algumas pessoas.

Da mesma forma, anúncios de conteúdos para adultos (pornografia, sexo, violência) também não podem ser colocados em páginas consideradas de classificação “livre para toda a família”. Com tais medidas, o Google garante um ambiente de publicidade mais confiável e seguro para todos os públicos.

Drogas e seu uso recreativo

O Google Ads também não permite seus anúncios em páginas que vendem ou incentivam o uso de drogas recreativas, como substâncias alucinógenas e que alteram o estado mental: metanfetamina, cocaína, maconha, drogas sintéticas legalizadas, entre outras.

Também não é permitido veicular anúncios em páginas que vendam ou divulguem produtos que facilitem o uso dessas substâncias ou que ensinem as pessoas sobre a produção, aquisição e uso de drogas.

Bebidas alcoólicas e tabaco

Páginas que promovem cervejas, destilados, licores e outras bebidas alcoólicas, e também o tabaco e produtos relacionados são vetados de anunciarem no Google Ads.

Jogos e apostas

Sites e páginas que promovam apostas com dinheiro ou qualquer outra atividade recreativa que tenha como o objetivo ganhos de valores econômicos não podem anunciar no Google Ads.

Medicamentos

Quanto aos medicamentos a restrição do Google é em relação à anúncios em páginas que divulguem a venda online de medicamentos controlados, suplementos proibidos e produtos farmacêuticos.

Conteúdo Hacker, cracker e pirataria

Os anúncios do Google Ads são expressamente proibidos em páginas que estimulam atividades de hackers ou crackers de qualquer tipo, assim como sites que forneçam aos usuários instruções, dicas ou materiais para acessar conteúdos protegidos por copyright, como softwares, músicas, filmes, etc.

Conteúdo falso

O Google está em uma guerra declarada contra o conteúdo falso na internet, as conhecidas “fake News”. Por conta disso, os anúncios não podem ser publicados em páginas que propagam declarações falsas, que enganam as pessoas, ou então que omitem informações importantes sobre o seu próprio conteúdo e real propósito na internet.

Temas desagradáveis

Páginas que promovam conteúdos de ódio, violência ou intimidação contra pessoas com base em sua raça, religião, etnia, gênero, idade, ou sob a condição de veterano de guerra, são banidas do Google Ads

Conteúdo Violento e armas

Não é permitido anunciar em páginas que mostram acidentes, imagens com muito sangue ou conteúdos sensíveis aos olhos. Quanto às armas, sites que vendem ou promovem a venda de armas e acessórios não podem anunciar no Google. Essa política também veta os anúncios em páginas que vendem fogos de artifício.

Incentivo ao comportamento fraudulento e temáticas ilegais

Páginas e sites que apresentem conteúdo criminoso ou fraudulento – compra e venda de itens roubados ou proibidos; instruções para práticas ilegais – são proibidas de anunciar e de receberem anúncios no Google Ads.

O que fazer e o que não fazer para promover produtos proibidos pelo Google?

Com as restrições do Google, é complicado para algumas empresas promoverem seus produtos na rede, como é o caso dos produtos ou serviços legalizados que são banidos dos anúncios da rede. Essa é a situação, principalmente, das marcas de bebidas alcoólicas e de tabaco e sites de paquera, que precisam ser mais criativos e respeitar algumas regras para aparecerem na internet.

Todo o cuidado é pouco! O Google faz revisões contínuas para impedir a exposição de seus usuários. Caso o buscador encontre algo considerado errado, ele pode limitar a exibição dos seus anúncios ou, pior, bloquear a sua conta. Portanto, é muito importante saber como promover os produtos proibidos corretamente e com cuidado para evitar as situações mencionadas acima.

-Respeite as regras: Evite posts ofensivos e explore o lado positivo do seu produto. Por exemplo: a cerveja está ligada à comemorações, então seria uma boa opção associar a marca à alguma conquista esportiva ou data comemorativa adequada.

-Use termos apropriados: Evite termos negativos que possam ser associados ao seu produto ou serviço.

-Respeito e confiança: A reputação da marca estará sempre em jogo, portanto deve-se manter a responsabilidade social corporativa publicando conteúdos legítimos e confiáveis.

-Anuncie com influenciadores digitais: Por meio da parceria com influenciadores digitais, a marca pode atingir um público qualificado sem que a empresa se exponha com um potencial conteúdo de risco.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Redatoria

Empresa especializada em produção de conteúdo, gerenciamento de redes sociais e marketing digital.

redatoria@redatoria.com Poltica de Privacidade

Design e Desenvolvimento por Brava Digital